Redes sociais para médicos: como fazer marketing da minha clínica?

Independentemente da área de atuação, qualquer profissional precisa chamar a atenção do seu público de interesse. Dentre as possibilidades que envolvem o marketing, as redes sociais para médicos são excelentes alternativas, pois oferecem canais de divulgação por um custo relativamente baixo.

Essas plataformas digitais possuem grande poder de alcance e, se bem utilizadas, podem fazer toda a diferença para a clínica ou o consultório médico. Para se ter uma ideia desse potencial, confira a quantidade de usuários das principais redes sociais no Brasil:

  • Facebook: 103 milhões de usuários;
  • Instagram: 19,65 milhões de adeptos;
  • WhatsApp: utilizado por 30% da população brasileira e presente em 70% dos celulares do país.

Quer saber como desenvolver o marketing da sua clínica nas redes sociais? Continue a leitura e confira nossas dicas!

Redes sociais para médicos: por que é tão importante pensar nessa estratégia?

A internet está presente na rotina de boa parte da população. As pessoas a utilizam para pesquisar produtos e serviços, pedir indicações de profissionais, avaliar serviços contratados, dentre outras atividades. E não se engane: elas também fazem tudo isso quando o assunto é o tratamento médico.

Contar com uma estratégia de marketing para redes sociais é construir uma presença digital nos locais em que os pacientes — atuais e em potencial — estão. Com isso, é possível trabalhar o relacionamento com essas pessoas e, ao mesmo tempo, fortalecer a sua imagem como profissional.

Dessa forma, médicos e profissionais de saúde podem divulgar clínicas e consultórios de maneira única: oferecendo conteúdos de qualidade, mantendo uma política de relacionamento com seus pacientes e criando uma sensação de proximidade com as pessoas.

Cuidados

Assim como qualquer perfil ou página na internet, é preciso ter bastante cuidado com a exposição virtual e com a gestão da imagem — tanto dos profissionais quanto dos consultórios e das clínicas. Um deslize nesse processo pode custar muito caro para os médicos e o negócio.

Além disso, é preciso ficar atento ao que a legislação e os preceitos éticos determinam quanto aos processos de marketing digital. O Conselho Federal de Medicina (CFM), por exemplo, emitiu uma resolução em que veda a realização de consultas, diagnóstico e prescrição de remédios pelas redes sociais.

Mas isso não impede os médicos de se comunicarem com seus pacientes pela internet e tirarem as dúvidas que eles possam ter. Porém, é preciso ter em mente que existem limites nessa relação e que é necessário destacar sempre a importância da consulta presencial.

Outro fator que merece atenção é o conteúdo divulgado nos perfis das mídias sociais. Fotos e vídeos que mostrem a rotina de trabalho podem acabar por expor pacientes, o que viola princípios éticos. Se for fazer alguma postagem em que haja usuários da clínica, certifique-se de que esteja autorizado a isso.

E não se esqueça de conferir sempre as fontes dos materiais que compartilha, pois as pessoas que seguem seus perfis têm os médicos como referência no assunto. Dessa forma, postar informações erradas pesa negativamente a imagem do profissional, além de causar transtornos.

O que fazer nas mídias sociais?

A internet permite uma diversidade de trabalhos para a divulgação de clínicas e consultórios. E o blog é uma ferramenta poderosa para veicular conteúdos relevantes e permitir que as pessoas te encontrem por meio de buscadores como o Google. E mais: esse tipo de material é facilmente compartilhado nas redes sociais.

Os canais de comunicação na internet também são ótimos para o relacionamento com o seu público. Para isso, responda sempre os comentários que receber — sejam positivos ou negativos — e mantenha contato com os pacientes, por meio das mensagens inbox. Nunca deixe uma pessoa sem retorno.

Conteúdo de qualidade e bom relacionamento fazem com que os usuários das mídias sociais se engajem com o perfil da clínica ou do consultório. E isso aumenta a sua relevância nas redes sociais, o que te levará a construir uma imagem de credibilidade, autoridade e referência dentro do mercado de saúde.

Como fazer?

As redes sociais oferecem boa oportunidade para a divulgação do trabalho médico, mas ainda resta saber como desenvolver as estratégias de marketing nesses canais de comunicação. Nos próximos parágrafos, explicaremos como elaborar tal planejamento. Confira!

Onde sua audiência está?

Cada rede social tem sua particularidade e conta com tipos de público específicos. É preciso compreender quem é o usuário de sua clínica ou seu consultório para saber em qual mídia online ele está presente.

Procure determinar perfis para os seus pacientes. É possível separá-los por idade, gênero e classe social, dentre outros aspectos. Depois, é só recorrer às redes sociais que mais se encaixam nessas descrições.

Qual é o seu objetivo?

É importante saber o porquê de estar nas mídias sociais. Uma boa estratégia de marketing nasce da definição dos objetivos a serem alcançados. Quer aumentar o número de pacientes? Fortalecer a marca do consultório e da clínica? Pretende fidelizar seu público?

Cada uma dessas possibilidades demanda um trabalho diferente. Sabendo quais são suas metas, fica mais fácil produzir conteúdo e definir as melhores táticas para que seja possível alcançá-las.

Quem são seus pacientes?

Não basta ter uma lista de objetivos claros e saber quais as redes sociais que o seu público mais acessa. É preciso conhecer essas pessoas, quais são as suas preferências e como elas se comportam na internet.

Para produzir materiais que funcionem, é necessário saber qual tipo de conteúdo os pacientes estão dispostos a consumir. Além disso, é interessante perceber a melhor forma de se comunicar com essas pessoas, ou seja, qual tipo de linguagem deve ser utilizado em suas publicações.

Qual a importância de caprichar no conteúdo?

Nenhuma estratégia de marketing digital funcionará se não houver certo zelo na produção do conteúdo. Mais do que determinar onde sua audiência está, conhecer seu público e definir seus objetivos, é preciso ser relevante e chamar a atenção das pessoas. E o conteúdo serve para isso.

Grave vídeos com dicas médicas, compartilhe artigos sobre cuidados com a saúde, ressalte, em posts, a importância da prevenção e do cuidado rotineiro com o corpo, dentre outras ações. E faça isso com qualidade!

Gostou do saber mais sobre a importância das redes sociais para médicos? Então, siga a nossa página no Facebook e tenha acesso a mais conteúdos como este!