Pesquisa de satisfação do paciente: conheça 6 tipos!

Pesquisa de satisfação do paciente: conheça 6 tipos!

Reconhecer os pontos fortes do seu empreendimento, aquilo que precisa ser melhorado e o que deve ser preservado, é a chave para mantê-lo sólido. Quando essas informações são dadas pelo público que frequenta sua clínica, elas se tornam ainda mais valiosas, pois permitem que você, profissional de saúde empreendedor, aperfeiçoe seu trabalho.

Uma análise para verificar o nível de satisfação do paciente é o mecanismo ideal para direcionar a sua empresa ao caminho correto a percorrer na busca de bons resultados. Por isso, preparamos este post para explicar 6 tipos de pesquisa que podem ser feitas com esse objetivo. Confira!

Quais tipos de pesquisa podem ser utilizados?

Identificar o tipo da pesquisa de satisfação mais adequado é o que garantirá maiores chances dela ser respondida e cumprir a sua função. Veja quais podem ser usadas!

1. Via e-mail

Enviar a pesquisa por e-mail é uma boa opção de aplicá-la, principalmente se você permitir que a resposta seja dada no próprio corpo da mensagem. Isso aumentará as chances de o questionário ser respondido e fará com que o paciente se engaje mais rapidamente.

Outra forma de fazê-la é por meio dos formulários do Google. Além de ser gratuito, eles geram gráficos que podem servir de informação para que a sua clínica crie estratégias para evitar uma possível insatisfação ou identificar pontos de melhorias. Com isso, você estará um passo a frente dos seus concorrentes.

2. Via SMS

A Utilização do serviço de SMS permite que a consulta de satisfação seja realizada de forma simples e tecnológica. Além disso, é uma das opções que oferece um retorno mais rápido por ser prática e eficiente.

Você pode enviar uma mensagem ao seu paciente solicitando que ele avalie características mais específicas, como a qualidade do atendimento ou pedir opiniões mais gerais sobre o consultório e permitir que ele dê uma nota de 0 a 10 ou opine respondendo “ótimo”, “bom” ou “ruim”.

3. Com widget

O widget é uma ferramenta que pode ser colocada no seu site, aplicativo ou outra ponte de contato entre sua clínica e seus pacientes. É uma maneira inovadora e moderna de verificar o contentamento dos frequentadores da empresa.

Com esse mecanismo, é possível solicitar que o paciente faça uma rápida descrição sobre sua opinião a respeito do serviço oferecido.

4. Com uso de NPS

O Net Promoter Score é um modelo versátil que busca conhecer o índice de satisfação do paciente por meio de uma métrica. Trata-se de uma opção bastante rápida também, que consegue um excelente feedback do público, sem superficialidade e torna possível a correção dos problemas apontados em pouco tempo.

Normalmente, a pergunta feita nesse tipo de pesquisa é “Em uma escala de 0 a 10, o quanto você indicaria nossa clínica? “. Em seguida, é feita uma classificação por intervalo de nota para chegar a uma conclusão.

5.Presencial

É o tipo menos moderno e mais difícil de ser aplicado, porém, isso não anula sua eficácia. Nesse caso, é importante desenvolver uma boa maneira de abordar o paciente para que ele se sinta à vontade ao responder o questionário e possa dizer a sua opinião com sinceridade.

Nesse tipo de pesquisa é interessante pedir uma nota para a clínica, a justificativa para a pontuação recebida e perguntar o que poderia ser melhorado.

6. Índice de satisfação (CSAT)

Esse é um tipo de pesquisa muito parecida com o NPS. No entanto, a diferença fica por conta do CSAT utilizar diversas perguntas com objetivos diferentes e menor abrangência.

O índice de satisfação é a opção mais indicada para usar após um contato breve com o paciente.

Como realizar uma eficiente pesquisa de satisfação do paciente?

Para ter um bom retorno não basta apenas realizar a pesquisa, é necessário estar atento ao que de fato será relevante saber. Conheça alguns detalhes essenciais que merecem atenção no momento de formular uma consulta de satisfação!

Busque entender seu público-alvo

Compreender o que seus pacientes esperam de você e sua clínica é a primeira consideração a ser feita ao montar uma pesquisa de satisfação. Por esse motivo, previamente procure saber quais as preferências, necessidades e expectativas para que sejam realizadas perguntas mais direcionadas, com o intuito de futuramente fazer melhorias.

Selecione perguntas relevantes e úteis

Ao realizar consultas de satisfação, não é adequado que o questionário seja longo e cansativo. Por isso, é fundamental saber selecionar questionamentos que realmente farão diferença ao serem analisados.

Veja algumas perguntas que podem ser utilizadas:

  • como foi o atendimento da clínica?
  • Você foi atendido de forma rápida?
  • Sua experiência foi satisfatória?
  • Você indicaria a clínica para outra pessoa?

Atente-se para a qualidade e quantidade de questões

É essencial ter em mente que o importante não será a quantidade de questões, mas sim a qualidade delas. Sendo assim, pense no que você gostaria de saber, nas dúvidas que tem com relação ao seu serviço e elabore perguntas que responderão com eficiência aos seus questionamentos.

Utilize uma linguagem clara e objetiva

Apesar de parecer algo simples, a linguagem usada deve ser de fácil compreensão pelos pacientes. A utilização de palavras muito rebuscadas pode gerar interpretação errônea das perguntas e impedir que o real objetivo da pesquisa seja alcançado.

Como incentivar os pacientes a responder a pesquisa?

Disponibilizar uma pesquisa de satisfação não dá a garantia que ela será respondida. Por isso, é preciso criar formas de convencer seus pacientes a respondê-la. Veja o que pode ser feito!

Mostre que realizá-la é importante

Uma das maneiras de incentivá-los é explicar a real relevância desse questionário. Afirmar que é uma tarefa importante não só para a clínica, mas também para eles, já que isso os envolve também e trará benefício para ambos.

Utilize lembretes

Se a pesquisa não for respondida dentro de 7 dias, tente enviar uma mensagem ao paciente e use uma comunicação diferente da que foi utilizada inicialmente. Deixe claro que a opinião dele é realmente importante para você.

Opte por uma pesquisa com design mais limpo

A decisão de responder ou não o questionário é iniciada desde o contato visual com a pesquisa. Portanto, é sempre melhor optar por um design simples, sem tantas cores, para que o entrevistado não perca o interesse de respondê-lo.

O que fazer após realizar uma pesquisa de satisfação?

Ao finalizar a pesquisa, você deve considerar todas as respostas dadas, afinal, todo esse processo foi realizado com um objetivo, e arquivá-lo seria um grande erro. Dessa forma, separe um tempo para verificar tudo que foi pontuado pelos pacientes.

Anote as sugestões de melhorias, as reclamações, os elogios recebidos e trabalhe juntamente a sua equipe para fortalecer seus pontos fortes e atenuar as fragilidades.

Por que realizar periodicamente uma análise de satisfação?

A realização periódica da pesquisa de satisfação, pelo menos a cada 6 meses, permite que você veja sua evolução e perceba em quais pontos está acertando e em que ainda é preciso mudar.

Além disso, por meio dessa análise é possível obter um diferencial competitivo, ou seja, desenvolver atributos que tornarão sua clínica única e a deixarão a frente de seus maiores concorrentes, pois você oferecerá aquilo que eles não possuem.

Agora que você já conhece os tipos de pesquisa de satisfação do paciente, aproveite para conferir algumas práticas que resultarão em um bom relacionamento com seu público. Afinal, esse também é um passo fundamental para o sucesso do seu consultório médico.