Franquia ou consultório próprio: Qual a melhor opção para você?

Quando profissionais da saúde consideram abrir um negócio, é comum que surjam dúvidas sobre o tipo de empreendimento mais adequado para seus objetivos. Perguntar-se se é melhor optar por uma franquia ou consultório próprio está entre os questionamentos mais feitos. Por isso, realizar uma autoavaliação e compreender os prós e os contras de cada modelo é fundamental para acertar na escolha.

Dessa forma, para ajudá-lo na tarefa de reconhecer qual é a alternativa ideal para você, preparamos este post para lhe apresentar as principais características que devem ser observadas antes de tomar essa decisão. Confira!

Quais os principais aspectos e vantagens que diferenciam os dois modelos?

Investimento inicial

Para abrir qualquer tipo de empreendimento, será necessário dispor de capital. No entanto, os gastos iniciais com uma franquia e um consultório podem ter valores bastante distintos. Isso ocorre pelo fato de cada um apresentar características bem peculiares.

Uma empresa particular, por exemplo, exigirá investimentos em infraestrutura, equipamentos de qualidade, ações de publicidade, entre outras necessidades, e para cada uma delas você terá que desembolsar uma quantia. Ao escolher uma franquia, boa parte desses gastos já são pagos apenas com o valor investido inicialmente, que na maioria das vezes é menor se comparado aos custos de um negócio exclusivo.

Processo de gestão

Uma franquia oferece a possibilidade do empresário trabalhar com um modelo de gestão já pronto e testado, ou seja, os riscos podem ser reduzidos e o tempo de maturação do negócio é menor. Uma vez que existe um padrão para cada processo, as chances de sucesso podem aumentar. Por outro lado, esse modelo de empreendimento pode gerar limitações.

Devido a essa padronização, quem opta por uma unidade franqueada pode sentir-se de “mãos atadas” ao não ter independência para poder agir, tomar decisões e realizar alterações na própria empresa. Sendo assim, se você é uma pessoa criativa e prefere criar suas próprias regras, essa pode não ser a melhor opção.

Uma das maiores vantagens do consultório é a autonomia que ele permite de gerir tudo de acordo com as suas preferências, desde os processos até a estética do local.

Garantia do retorno

O retorno é uma das grandes preocupações quando se cogita abrir um estabelecimento. Nesse aspecto, as franquias costumam apresentar resultados financeiros em um prazo menor, pois se inicia os trabalhos com uma marca já reconhecida no mercado e que consegue atrair clientes mais facilmente.

Ao escolher começar algo novo, você precisará investir e divulgar para que seu consultório torne-se conhecido. Com isso, o retorno pode começar a ser observado mais tarde. No entanto, você tem a liberdade de expandir seu negócio quando consolidá-lo e o lucro pode ser até maior que aquele gerado com a compra de uma unidade franqueada.

Disponibilidade para execução

A etapa de execução refere-se ao momento em que tudo que foi planejado começa a ser colocado em prática. O gestor deverá atuar e supervisionar todas as ações que serão desenvolvidas. Um consultório particular demandará maior dedicação para que as ações sejam executadas da melhor maneira possível e, por isso, exigirá mais disponibilidade.

Já uma franquia possui o benefício de ter uma estrutura organizada e um plano de ação estabelecido, fatores que permitem gerenciar com mais tranquilidade, mesmo com pouco tempo disponível.

Adequação do perfil profissional

Antes de decidir um modelo de empresa, é preciso fazer uma avaliação criteriosa do seu perfil profissional para que a escolha seja feita a partir dele. Reconheça se você prefere colocar suas ideias em ação, gosta de inovar e não tem receio de tentar algo novo. Caso essas sejam características suas, um consultório próprio será a opção que lhe permitirá trabalhar com elas.

Mas, se você tem medo de arriscar, sabe lidar com regras e gostaria de pular a etapa de tirar um projeto do papel, as franquias podem ser a solução mais adequada. Entretanto, vale lembrar que a disciplina é um ponto crucial e será exigida nos dois tipos de negócio.

Divulgação

Divulgar o empreendimento é fundamental para que ele prospere, afinal, a quantidade de clientes e o tamanho da procura definirá o futuro da empresa. Parte do valor faturado com as franquias, um percentual do lucro compartilhado, é destinado para realização do marketing. Isso significa que você não precisará ter um gasto a mais com divulgação, pois a franqueadora se responsabiliza por isso.

Nos consultórios independentes, essa é uma responsabilidade do empresário, que além de custear a publicidade, precisará encontrar as maneiras mais adequadas para a divulgação.

O que levar em consideração antes de abrir uma franquia ou consultório próprio?

Independentemente do modelo escolhido, alguns detalhes devem ser considerados antes de fechar o negócio. Veja!

Elabore um plano de negócios

A elaboração de um plano de negócios é primordial. Nele, você traçará todo o caminho a ser percorrido, colocará seus objetivos, analisará a concorrência do mercado, definirá seu público, considerará sua localização e assim terá uma visão mais abrangente para atuar de maneira compatível com o planejamento.

É importante colocar nesse plano situações desconfortáveis que podem aparecer, para que diante de uma dificuldade, você tenha em mente como resolvê-las.

Invista na formação em gestão e aperfeiçoamento da área de especialização

Conhecimento em gestão e constante aperfeiçoamento no seu ramo contribuem para a evolução da empresa. Saber como gerenciar garantirá que todos os processos sejam bem feitos, enquanto o aprimoramento da área de especialização possibilitará que você acompanhe o que há de novo no mercado para poder entregar, com muita qualidade, aquilo que seu público deseja.

Contrate uma assessoria contábil

A assessoria contábil auxiliará na resolução de atividades burocráticas, questões rotineiras de um empreendimento e, principalmente, na parte financeira. Por isso, procure um profissional de confiança para que você tenha esse suporte antes de abrir seu negócio e tenha acompanhamento após a abertura dele.

Com as comparações feitas entre unidades franqueadas e consultórios particulares pode-se perceber que ambos apresentam vantagens e desvantagens. Desse modo, a opção mais correta é aquela que mais se assemelha ao seu perfil, está mais próxima das suas possibilidades financeiras e vai ao encontro das suas metas.

Por isso, analise detalhadamente todos os aspectos relevantes antes de decidir, para que a escolha seja correta.

E aí, gostou deste post sobre escolher uma franquia ou consultório próprio? Deixe seu comentário a seguir com a sua opinião e caso tenha restado ainda alguma dúvida sobre o assunto, aproveite para tirá-la!