9 erros que profissionais da saúde ainda cometem na gestão de clínicas e consultórios

Muitos consultórios acabam se perdendo na administração e isso traz diversos problemas que a longo, e talvez a curto prazo, podem trazer diversos prejuízos para sua clínica ou consultório. Nós separamos os erros que alguns gestores cometem para que você possa usar de exemplo e fazer diferente.

1. Não estabelecer metas para o consultório

Todos os estabelecimentos necessitam ter um certo número de vendas e atendimentos por mês.

As metas ajudam seu negócio a continuar viável e em crescimento.

Para conseguir isso, verifique quantos pacientes precisam ser atendidos por mês para que sua empresa respire tranquilamente, estabeleça quais ações serão necessárias e faça uma previsão para anos a frente.

Com a meta estabelecida, é necessário implementar um plano de ação para que ela possa ser atingida e, claro, colocar em prática.

2. Não usar a tecnologia

É comum ainda vermos atendentes fazendo anotações na agenda física para no final do dia precisar passar para o sistema ou planilha.

Além de ser um desperdício de tempo, não controla bem o movimento da clínica e as informações sobre os pacientes.

Além desse problema, muitos estabelecimentos ainda não utilizam um software que auxilie na gestão de agenda e você precisa começar a pensar sobre isso.

Principalmente se você é médico, porque tem muito pouco tempo disponível para tratar da gestão em geral.

Escolha um software que faça o máximo possível, mas com qualidade.

Nós já falamos sobre alguns aplicativos e softwares que são essenciais para médicos aqui.

3. Não fazer o marketing da clínica

Você pode não encontrar relação entre marketing e gestão, mas sim, eles estão completamente conectados.

O marketing, principalmente o digital, pode aumentar muito o fluxo de pacientes na sua clínica.

Então para manter a recepção do consultório sempre lotada, aposte em estratégias que atraem pacientes.

Nós falamos mais sobre isso nesse post.

4. Não possuir um site

Em 2017, 40% das microempresas ainda não possuíam site no Brasil. Mesmo que considere seu negócio muito pequeno para possuir um site acredite, você está impedindo sua empresa de crescer.

Com a mudança de comportamento dos consumidores, em que 90% deles consultam a internet antes de escolher uma loja física, um ambiente digital para que o paciente possa te conhecer melhor é essencial.

Também é preciso separar redes sociais de site, cada um tem seu papel importante e você precisa dos dois para a estratégia digital.

5. Má organização da agenda

Muitas clínicas ainda têm dificuldade de manter uma agenda eficiente.

Principalmente pela falta de controle de horários, processos que deveriam ser feitos e não são e falta de administração.

Fique atento ao tempo médio de atendimento, tenha algo que ajude o paciente a lembrar da consulta, existem softwares capazes de enviar SMS, assim haverá menos faltas e você não precisa encher de pessoas na agenda contando com a falta de uma parte delas.

6. Não ter seguro empresarial

O seguro empresarial é a forma de garantir a continuidade dos negócios principalmente em situações inesperadas.

É preciso se preparar para eventuais danos que o seu negócio pode sofrer, além de queda de raios, incêndios, assaltos e explosões, para clínicas existem seguros para erros médicos e outras especificidades.

Segundo a BBC Brasil, são cerca de 3 ações a cada hora para erros médicos, e mesmo que seja um profissional excelente, nem sempre o paciente fica satisfeito com o resultado e seu negócio não está isento de sofrer uma ação judicial.

7. Não fazer o controle do fluxo de caixa

Ele é usado para todos os registros financeiros da clínica.

Com ele são registradas as operações como despesas com material, com pessoas, entradas e saídas, contas a pagar e a receber.

A falta de informações básicas como melhores períodos, previsão de despesas dos próximos meses e procedimentos mais rentáveis pode tornar difícil prever e planejar,

Sem um bom controle fica quase impossível prever a saúde financeira do negócio.

8. Má gestão de pessoas

É preciso compreender bem o papel de cada pessoa da equipe e manter todos motivados. é necessário saber se comunicar bem, sabendo o que e como falar e quando falar com cada um.

É necessário saber delegar as tarefas para as funções certas para evitar mal-entendidos, estimular uma relação saudável entre a equipe e muito respeito.

Tornar o trabalho mais feliz reflete diretamente no atendimento ao paciente e consequentemente traz mais indicações e receita.

9. Não entender o papel da secretaria

Além de ser o primeiro contato com o paciente, sua secretária pode fazer muito mais.

O bom atendimento possui um papel especial no seu crescimento contínuo e no seu permanecimento no mercado.

A sua secretaria é o primeiro contato com a sua marca, muito antes do paciente chegar até você, por isso ela deve possuir habilidades.

Existem diversas funções que ela pode desempenhar que podem melhorar, e muito, a saúde do seu consultório.

Nós fizemos um ebook completo para que você possa compreender melhor essas funções, habilidades e todo o “mais” que ela pode entregar. Você pode baixar aqui gratuitamente.

Para mais conteúdos como esse, assine nossa newsletter.